Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

A VERDADEIRA VANTAGEM DAS FAIXAS EXCLUSIVAS PARA ÔNIBUS

Imagem
. Por Fernando R. F. de Lima. Marcos Cintra, no editorial da Folha de S. Paulo de hoje, 27 de dezembro, apontou que segundo seus levantamentos, as faixas exclusivas para ônibus, apontadas por este blogueiro como a única coisa boa que Haddad fez em São Paulo até agora, aumentaram os custos com congestionamentos de R$ 40 bilhões para R$ 42 bilhões, uma vez que apesar de ter reduzido o tempo de deslocamento de 15% dos cidadãos que se locomovem diariamente, aumentou o tempo perdido dos 85% restantes. Não contesto os dados de Marcos Cintra primeiro porque desconheço sua metodologia, depois porque não possuo dados que me permitam refazer a conta, mas tomo, a princípio, como verdadeiro seu raciocínio. E aqui entra a razão deste texto. Na verdade, o objetivo maior das faixas exclusivas para ônibus não é aumentar a velocidade dos coletivos; seu objetivo maior é aumentar a capacidade do transporte coletivo. Obviamente, isto é possível devido a dois fatores: possibilidade do emprego de v

A CHEGADA DO ANO VELHO DE 2014

Imagem
Por Fernando R. F. de Lima. Vai chegando mais um ano e as perspectivas no horizonte brasileiro continuam tão sombrias quanto estavam no final de 2012. Além da grande piada, seguida de desgraça, que foram as manifestações no meio do ano, nada de novo ocorreu mais uma vez, e nós continuamos nossa longa marcha em direção ao brejo. Certa vez, ouvi um ditado que dizia que a primeira medida a tomar quando se chega ao fundo do poço é parar de cavar. O Brasil e os brasileiros, contudo, continuam cavando o buraco onde nos enterramos ano após ano. Do ponto de vista pessoal, nosso otimismo instintivo nos leva a crer que 2013 foi um bom ano. Mas adotando um ponto de vista mais analítico, vemos que este foi um ano de grandes tragédias. Primeiro o rompimento geral com o compromisso da estabilidade de preços, que já havia sido anunciado ainda em 2010, e veio se arrastando de lá para cá. Os controles de preços, que vínhamos acusando neste blog como deletérios, finalmente deterioraram de vez o c

A TRÍADE DO MAL SE REÚNE NOVAMENTE CONTRA O CONSUMIDOR

Imagem
A TRÍADE DO MAL SE REÚNE NOVAMENTE CONTRA O CONSUMIDOR Por Fernando R. F. de Lima  Nesta semana começaram a surgir notícias de que o ministro da economia mais incompetente do mundo, o Senhor Guido Mantega, quer adiar a entrada da obrigatoriedade do air bag e ABS nos automóveis vendidos no Brasil. A preocupação do ministro é o aumento de preço que estes itens causaram nos automóveis, cujo preço pode subir até 9% no início do ano, por conta da retomada do IPI aos níveis anteriores. A questão toda é que a tríade do mal, sindicalistas, grandes corporações oligopolistas e o governo, reúnem contra o consumidor, que muitas vezes ignora os benefícios advindos da presença destes dois equipamentos. Para ilustrar, um VW Gol, sem os itens recebe zero estrela no teste de colisão frontal, o que significa que ele não oferece proteção suficiente aos ocupantes, com grande risco de ferimentos fatais. No caso do mesmo carro equipado com air bags, a pontuação sobre para três estrelas, o que apesar